SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 20 de janeiro de 2018

Sentimos nós




O teu olhar flamejou, indiferente e vago
Num misto de ardor,
Verdade infinita,
Paz interior...
Todo o sofrimento
Esconso nesse olhar,
É denunciado no teu peito,
Pela ansiedade de amar...

... O teu corpo, sedutor,
Afago mansamente.
Ofereço o meu Amor,
O meu pensamento,
A ternura de mim...

Podes repousar!

Eu sou o nada que se dá,
Debaixo do espaço imenso,
Nos segredos do amanhã:
Alegria, tristeza,
O que é real
E o impossível.

Nada mais é palpável sob o Céu
E o sentir não se vê.
Sentimos nós, sinto eu...


SOL da Esteva

Etiquetas: , ,

16 Comentários:

Blogger Larissa Santos disse...

Excelente poema.Adorei.
Bom dia

Hoje, uma Pérola, do nosso amigo Gil António:- Amor, puro sentimento, relevante fascinação.
-
Bjos
Sábado feliz.

20 de janeiro de 2018 às 10:46  
Blogger La Gata Coqueta disse...

El mañana es un viajero ausente que guarda alegrías y tristezas que solo el tiempo se encargará de ir presentándolas en silencio...

Un cálido abrazo amigo!

20 de janeiro de 2018 às 10:49  
Blogger Fá menor disse...

Belíssimo!
E que os sentimentos nos impulsionem a viver. Que seria de nós sem sentimentos?

Bom fim-de-semana, amigo!

Bjs

20 de janeiro de 2018 às 14:40  
Blogger Jossara Bes disse...

Oi Sol,
Belo, e intenso! Poesia traduzindo sentimentos e imaginação!
Beijo carinhoso!

20 de janeiro de 2018 às 18:22  
Blogger Célia Rangel disse...

Sentimento que se partilha é eterno. Vibra-se na vida quando se ama.
Abraço.

20 de janeiro de 2018 às 22:58  
Blogger Luis Coelho disse...

A beleza do amor é infinita como são infinitos os modos de o cantar.
Um tempo que nos ensina a viver.

21 de janeiro de 2018 às 06:59  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol,
Uma poesia triste de um amor em sofreguidão
Beijo
Lua Singular

21 de janeiro de 2018 às 21:03  
Blogger Mulher na Polícia disse...

Tem coisa melhor do que repousar, quando nada mais é palpável sobre o Céu?

: )

21 de janeiro de 2018 às 21:21  
Blogger Majo Dutra disse...

Um amor que se doa inteiramente, sem ser correspondido da mesma forma, é especial e absoluto.
Um par unido sob o universo e enfrentando o mundo...
Um poema reflexível e muito belo.
Beijinho, Sol Amigo.
~~~

22 de janeiro de 2018 às 11:43  
Blogger Ontem é só Memória disse...

Lindo poema!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

22 de janeiro de 2018 às 19:52  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Um sentir intenso e apaixonado.
Maravilhoso poema.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

23 de janeiro de 2018 às 21:49  
Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito bom.
Votos de saúde!
Abraço

Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

24 de janeiro de 2018 às 16:44  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, o amor é um sentimento forte, na solidão com a mar e horizonte como companhia, o pensamento é mais profundo a contribuir para que os sentimentos fiquem mais fortes, o poema é maravilhoso.
Continuação de boa semana,
AG

24 de janeiro de 2018 às 17:40  
Blogger Jaime Portela disse...

O sentir não se vê, na verdade.
Um poema de amor, intenso e literáriamente muito bom.
Gostei imenso, parabéns.
Bom fim de semana, caro amigo.
Abraço.

26 de janeiro de 2018 às 11:23  
Blogger Beatriz Bragança disse...

Amigo
Um belo poema que fala de sentimentos de quem está apaixonado!
É tão bom viver e sentir!!!
Parabéns.É um grande poeta, muito atento e sabedor.
Um beijinho
Beatriz

27 de janeiro de 2018 às 12:15  
Blogger http://pensandoempoesia.blogspot.com.br disse...

Olá caro Sol, amei seus lindos versos; uma entrega total típica de um amor verdadeiro.
Bom final de feriados por ai!
Bjs!

13 de fevereiro de 2018 às 10:48  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial