SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ABRAÇOS,------SOL da Esteva

sábado, 6 de janeiro de 2018

Por tanto Amor




Quero lembrar-me desse olhar tão triste
E desvendar as causas dessas mágoas;
Quero saber (e a tanto me assiste)
Se és transparente e clara como as águas.

Quero sentir se, na verdade, existe
A loucura que o senso não apaga.
Bebendo os beijos, que me permitiste,
Mitigou a sede e a Alma afaga.
    
Mas se morreu, no mundo, o teu Amor,
Nada terei que mate tanta dor,
Nem o sorriso volta a ter sentido.

Quero escolher remédio para ti,
Por tanto Amor que contigo vivi,
Sentindo poder tê-lo por perdido.


SOL da Esteva

Etiquetas: , , ,

15 Comentários:

Blogger Olinda Melo disse...

Bom dia, Sol

Hoje o dia está agradável, com Sol, sem chuva embora a chuvinha seja necessária.
O poema é muito bonito, com uma viagem ao Reino do Amor, que é o sal da vida. E, nisso, uma certa dose de loucura permite-nos ir mais além nas nossas demonstrações ao ser amado, indo ao âmago dos sentimentos e das mágoas de que poderá padecer. Talvez, assim ainda seja possível voltar a viver aquilo que se acredita ter perdido.

Um bom fim-de-semana, meu amigo.

Abraço

Olinda

6 de janeiro de 2018 às 11:15  
Blogger Larissa Santos disse...

Lindo demais, este poema! Parabéns à Autora.
Boa tarde.
Hoje: Deslaço memórias, d'amor ausente.
.
Bjos e um feliz dia de Reis.

6 de janeiro de 2018 às 15:09  
Blogger lua singular disse...

Oi Sol
Às vezes nem é bom lembrar, pois as lembranças doem em qualquer esfera.
Beijos no coração
Lua Singular

6 de janeiro de 2018 às 23:13  
Blogger La Gata Coqueta disse...

Un placer deleitarse con el sentimientos que estas letras que se esconden en cada párrafo sembrando lo que del corazón fluye...

Un abrazo y feliz domingo!!

Mari.

7 de janeiro de 2018 às 00:25  
Blogger Célia Rangel disse...

Dor de amor é fulminante mesmo. É necessário que nossa autoestima esteja, pelo menos, em um nível acima das paixões...
Abraço.

7 de janeiro de 2018 às 12:49  
Blogger Gil António disse...

Importa nunca desistir de um amor. A preserve rança consegue milagres
.
Quer ler?: * Teu Sorriso ... Minha Doce Inspiração *
.
Deixando cumprimentos
Bom dia

8 de janeiro de 2018 às 18:28  
Blogger Ontem é só Memória disse...

Uma memória infinita!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

8 de janeiro de 2018 às 20:25  
Blogger manuela barroso disse...

Ao ler este soneto, transportei minhas memórias para a lírica camoniana. Um lamento, uma dor , culminando com a extrema beleza do último terceto
Muitos Parabéns, querido amigo!
Abraço

8 de janeiro de 2018 às 21:02  
Blogger Fá menor disse...

Que dizer de tanta beleza na sentida tristeza?
Que a poesia encha e salve o coração.

Beijos, amigo!

9 de janeiro de 2018 às 20:24  
Blogger CÉU disse...

Recordações de um amor grande, mas passado, tomam conta da sua maravilhosa escrita e memória poética!

Beijos e Bom Ano Novo!

9 de janeiro de 2018 às 22:03  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Simplesmente maravilhoso!!!
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

9 de janeiro de 2018 às 23:33  
Blogger Majo Dutra disse...

«Por tanto Amor» está um soneto muito belo e humano sobre o sentimento maior que une um casal que um dia se apaixonou.
Parabéns pela inspiração e pelo dom.
Abraço, Sol amigo
~~~~
~Ps~Já tinha comentado e não sei o que aconteceu... devo ter deletado em vez de publicar.
Agora, dei pela sua falta e vim investigar...

10 de janeiro de 2018 às 19:31  
Blogger Diná Fernandes O.Souza disse...

Versos sentidos num soneto magistral expressando sentimento profundo.
Feliz tarde!
Um abração Sol querido!

11 de janeiro de 2018 às 12:21  
Blogger Larissa Santos disse...

Maravilhoso. Desejo que se encontre bem.

Hoje:- Teus lábios querem devorar-me...
.
Bjos
Resto de uma boa noite

11 de janeiro de 2018 às 20:37  
Blogger Jaime Portela disse...

E querer é poder...
Excelente soneto de amor, parabéns.
Bom fim de semana, caro amigo.
Abraço.

12 de janeiro de 2018 às 12:22  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial